Notícias

Obras da ETA do Morro dos Conventos seguem em ritmo acelerado

 


O Serviço Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) de Araranguá administra cinco Estações de Tratamento de Água (ETAs), no Morro dos Conventos, Lagoa da Serra, Açude Belinzoni, Ilhas e Espigão da Pedra.  Sendo que as comunidades de Morro dos Conventos, Manhoso, Paiquerê e Canjiquinha serão beneficiadas com uma nova e moderna ETA. A obra está em ritmo acelerado e a previsão de conclusão é até o final deste ano. 


O diretor geral do Samae, José Hilson Sasso, esteve visitando a obra e verificou o andamento – que está 70% concluída -, garantido assim, que até início de 2018 a nova Estação já estará em funcionamento, porém em fase de testes. “Seria um risco colocarmos em funcionamento bem na alta temporada, pois é uma fase de adaptação e testes, podendo vir a dar algum problema, o que deixaria as comunidades sem água. Por isso, ela estará funcionando, mas em forma de testes, após essa fase será colocada em pleno funcionamento”, disse.


Moderna


Araranguá já conta com um moderna Estação de Tratamento, que é a do Açude Belinzoni. E a partir de 2018 a ETA I do Morro dos Conventos também atuará de forma diferenciada, pois será praticamente automática. “Ela vai trabalhar com pouca influência do Operador, ou seja, ela trabalha de forma autônoma, lavando sozinha os filtros. O operador será responsável por colocar o produto químico e fazer as análises obrigatórias e rotineiras, o restante ela fará sozinha”, detalha o engenheiro do Samae, Mário Copetti.


A Estação é feita de aço carbono, que tem uma durabilidade muito maior, ainda mais por ser tratar de um balneário, onde o tempo é mais agressivo. “A capacidade dela será ainda maior que a existente. Atualmente a ETA trabalha entre 100 e 110m3 por hora, essa nova, o projeto final é para 250m3 por hora”, frisou Mário.  


Projetando o crescimento do local, a nova ETA garantirá o abastecimento mesmo diante do aumento populacional das comunidades. “É uma moderna estação na qual foi planejada pensando no futuro do Morro dos Conventos, pois temos certeza que o local que já é explorado turisticamente será ainda mais. E o Samae tem essa missão, de contribuir com o desenvolvimento da cidade”, comentou o diretor Sasso.


 


A obra


 


Os investimentos na ETA I são de cerca de R$ 2 milhões, isso em toda a obra, desde a aquisição do terreno, instalação da ETA e agora a finalização. Está faltando a parte de infraestrutura interna como calçamento, pintura e iluminação. Já a parte do tratamento está pronta. O que está faltando é a captação (trazer a água) e o recalque – que são os motores que vão empurrar para a rede. Após a conclusão desta parte ela entrará em teste. “A empresa que foi contratada para o obra vem fazer todo startup, que é o inicial da estação, para ela funcionar adequadamente e também treinar nossos operadores, para depois ela seguir operando sozinha”, detalhou.

Outras Notícias